General Motors e Honda fazem acordo para produção de veículos híbridos e elétricos

Montadoras irão desenvolver novo sistema de baterias de células de hidrogênio; previsão de produção é em 2020

da Redação, com agências internacionais

A General Motors e a Honda divulgaram nesta quinta-feira (04) que irão desenvolver em conjunto um novo sistema de baterias para seus futuros veículos híbridos e elétricos. Segundo informações da imprensa especializada da Europa, a tecnologia será baseada em células de combustível de hidrogênio e começará a ser produzida em escala a partir de 2020.

Ver em tamanho original
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação
  • Honda FCX Clarity

    Divulgação

"Na GM consideramos que as baterias a combustível são uma alternativa possível às formas de propulsão mais tradicionais, capaz de reduzir a dependência do petróleo", comentou o vice-presidente do conselho de administração da montadora, Steve Girsky. "O custo desta tecnologia, no entanto, não caiu o suficiente para que seja comercialmente viável. Também enfrentamos a dificuldade da falta de infraestruturas que permitam recarregar os veículos", completou.

"Entre todas as tecnologias que não emitem CO2, os veículos com baterias a combustível têm uma certa vantagem com uma autonomia e um tempo de recarga tão bons quanto os veículos com combustíveis tradicionais', opinou Takanobu Ito, diretor geral da Honda Motor. De acordo com os executivos de ambas as montadoras, a aliança permitirá a redução dos custos para a produção de veículos elétricos.

Chevrolet Volt (Foto: Divulgação)

Vale lembrar que a montadora americana já desenvolveu pesquisas com esse tipo de tecnologia e detém a maioria das patentes que a envolve, mas acabou optando por lançar no mercado um carro híbrido (com motor a combustível e outro elétrico), o Chevrolet Volt. A Honda já produziu um carro a hidrogênio, o FCX Clarity, e é a segunda montadora com maior número de patentes dessa tecnologia.

Veja Mais

noticias+

Comentários()

Publicidade Está no seu momento de descanso não Entao clique aqui!